As pessoas com grau de incapacidade física não têm um acesso fácil aos "desporto de deslize", tais como o Surf. No entanto, a melhoria da saúde física, psicológica, e do bem-estar dos jovens com deficiência está intimamente ligada à prática de desporto. É neste contexto que a UE contrói a sua perspetiva relativamente ao conceito de igualdade de oportunidades para pessoas com deficiência, a qual visa tangibilizar. Neste âmbito surge o projeto “Adaptive Surfing Camps for People with an Impairment”, com um leque de ações desportivas adaptadas a 100% às necessidades dos participantes.
Estes "Adaptive Surfing Camps" tem realização prevista em três estados membros da UE. E cada acampamento de seis dias vai envolver sessões de formação e workshops específicos, sem nunca esquecer, claro, a prática de Surf.
A nível institucional, surge o “First European Adaptive Surfing Seminar”, com o qual se pretende criar um suporte ativo para troca de saberes. Da ordem de “trabalhos” constam também a fundação de uma base comum na metodologia do Surf Adaptado entre os estados membro, e ainda a criação de uma rede de futuros organizadores e voluntários deste tipo de eventos e iniciativas.
Na vanguarda do surf, o SCV acolhe estes eventos de 23 a 29 de Abril, numa semana inédita de atividades que se prevê pioneira de muitas outras do género.